edp news

EDP apoia 1º Fórum Nacional para a Diversidade

Segunda-Feira 22, Maio 2017

Com o mote “somar diferenças, ganhar futuro”, a empresa reforça o seu posicionamento proativo na área da diversidade e inclusão.

A EDP é patrocinadora principal do 1º Fórum Nacional para a Diversidade, um encontro que decorre hoje no Grande Auditório do ISCTE em Lisboa e que vai juntar dezenas de empresas portuguesas para discutir o tema da Diversidade e Inclusão.

O evento pretende não só celebrar o dia Mundial da Diversidade Cultural para o Diálogo e o Desenvolvimento (21 de maio), através da partilha de conhecimento e boas práticas, como também promover a assinatura da Carta Portuguesa para a Diversidade por novas entidades a nível nacional.

Esta Carta é uma iniciativa da União Europeia e tem como objetivo incentivar as empresas a desenvolver e a implementar politicas de promoção de diversidade. Foi lançada em Portugal no início do ano passado e tem já mais de 100 empresas signatárias, de entre as quais a EDP.

A empresa deu os primeiros passos nesta área em 2008 com a criação do programa Conciliar – uma iniciativa interna que reúne um conjunto de benefícios e promove várias medidas que favorecem a conciliação trabalho-família.

Com a criação da Politica de Diversidade do Grupo em 2013, a EDP reforçou o seu posicionamento nesta temática. E em 2015 foi criada uma área dedicada ao tema, cuja missão é “garantir a promoção e incorporação de uma cultura de diversidade e inclusão baseada no respeito pelo ser humano, que esteja presente na identidade do Grupo EDP e na gestão dos seus colaboradores e sirva como referência para a atuação interna e externa da organização”. Neste âmbito são implementadas medidas na organização, inseridas num plano de ação a três anos focado em quatro dimensões de atuação chave: Género, Gerações, Deficiências e Nacionalidades.

Entre as iniciativas e medidas, destaca-se a parceria com a Associação Salvador com o objetivo de promover o recrutamento inclusivo na EDP e o projeto Tagga o Teu Futuro, uma iniciativa conjunta com o músico Jimmy P e a associação Inspiring Future, dirigida a alunos entre os 12 e 18 anos, que envolve cerca de mil escolas do país e que tem como objetivo colocar os/as jovens estudantes a optarem pelo seu caminho profissional, sem barreiras nem preconceitos.

No que diz respeito à dimensão do Género, a EDP tem incentivado a implementação de medidas que procurem um maior equilíbrio entre mulheres e homens a vários níveis. A título de exemplo, foi garantida a paridade de género na última edição do Programa de Trainees, onde se privilegia a captação de jovens talentos. Globalmente a presença feminina tem vindo a aumentar, dentro do Grupo, nos últimos anos.

Em linha com este posicionamento, o Grupo EDP assumiu recentemente o compromisso das Nações Unidas para a Igualdade de Género – WEP (Women Empowerment Principles), subscrevendo desta forma os princípios internacionais estabelecidos que pretendem facultar ferramentas para a capacitação das mulheres não só no mercado de trabalho, mas também nas comunidades onde a organização se insere.

Já em 2017 a EDP viu reconhecido o seu plano estratégico de Diversidade e Inclusão ao vencer a categoria de Diversity Management dos European Excellence Awards in HR. A empresa divulgou ainda o manifesto associado ao seu posicionamento em temáticas de diversidade e inclusão, onde “somar diferenças é ganhar futuro”.


Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.