EDP escolhe GE para digitalização de ativos de produção

notícias edp

EDP escolhe GE para digitalização de ativos de produção

Quarta-feira 17, Janeiro 2018

Grupo vai ter novo centro de monitorização à distância das suas centrais.

A EDP assinou um contrato com a General Electric (GE) que vai permitir uma gestão mais otimizada dos seus ativos de produção de energia com base hídrica, a gás natural e a carvão, na Península Ibérica.

O acordo, a cinco anos, suporta a implementação da estratégia digital do Grupo na gestão de ativos, através de uma plataforma que permitirá acompanhar a performance dos equipamentos e prever antecipadamente potenciais eventos que possam colocar em causa o normal funcionamento das centrais, otimizando os seus custos de manutenção e operação.

O contrato prevê a utilização e codesenvolvimento de algoritmos de inteligência artificial, que vão avaliar em tempo real todas as variáveis da produção de energia, estando já em curso a primeira fase do projeto. Este novo contrato com a GE, irá suportar a atividade de um novo centro de monitorização e diagnóstico em Portugal, para todas estas centrais, atualmente em processo de criação.

“Este acordo significa um importante passo na estratégia Digital da EDP, assegurando uma gestão ainda mais eficiente das suas centrais na Península Ibérica, num momento em que a tecnologia é central no futuro das empresas e está a transformar o sector da energia”, afirma Rui Teixeira, administrador da EDP.

“Estamos extremamente orgulhosos desta parceria com a EDP, um dos mais inovadores líderes do setor das utilities, para ajudar o Grupo a otimizar a sua capacidade global de produção de energia através da adoção das soluções industriais digitais da GE”, refere Maher Chebbo, presidente executivo da GE Power Digital para a área de inovação. “Juntos, estamos a redesenhar o panorama da energia ajudando a EDP a atingir os seus objetivos de transformação digital.”

Esta aposta marca uma nova era para o negócio da produção de energia e enquadra-se numa altura em que a EDP, apesar de já estar fortemente digitalizada, assumiu de forma clara a vontade de ser líder nesta frente. 

Recentemente, foi lançado o EDP X, um projeto transversal a todo o Grupo que tem como objetivo acelerar a digitalização. Esta transformação digital afeta toda a cadeia de valor da EDP e tem implicações ao nível da relação com o cliente, da operação de ativos (como a produção de energia) e da forma como as pessoas trabalham e interagem umas com as outras. 

Apesar de envolver tecnologia, a digitalização é sobretudo uma questão de pessoas e a maioria das inovações nesta nova era são resultado de trabalho conjunto entre os fatores humano e tecnológico.